saopaulo.sp.gov.br Cidadão SP Facebook Twitter Youtube Flickr Instagram

Ital oferece bolsa de pós-doutorado na área de Biotecnologia
Inscrições estão abertas até 16 de agosto e selecionado atuará com produção de fermentos láticos em escala laboratorial

O Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, está com inscrições abertas até 16 de agosto para bolsa de pós-doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos na área de Biotecnologia. Com duração de 36 meses e valor mensal de R$ 7.373,10, isento de imposto de renda, a bolsa está vinculada ao Plano de Desenvolvimento Institucional de Pesquisa (PDIP) do Ital, com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Podem se candidatar graduados em Farmácia, Nutrição, Biologia e Engenharia de Alimentos ou áreas afins, com doutorado concluído nos últimos sete anos em Tecnologia ou Ciência de Alimentos ou áreas afins. Como o bolsista atuará na produção de fermentos láticos em escala laboratorial no Centro de Tecnologia de Laticínios (Tecnolat), é necessário comprovar experiência em pesquisa em áreas como bactérias láticas, processos fermentativos, microbiologia e biotecnologia.

O candidato também deve ser experiente, de forma comprovada, em ferramentas estatísticas para processamento e análise de dados, difusão e transferência de conhecimento técnico-científico e coorientação de estudantes de graduação, mestrado e/ou doutorado. Outras exigências são produção científica em periódicos indexados e conhecimento da língua inglesa para leitura, redação científica e conversação, além de habilidade para trabalhar não só de forma independente como em colaboração com grupo de pesquisa multidisciplinar.

Outra bolsa

O Ital encerra no próximo dia 31 as inscrições para outra bolsa de pós-doutorado, oferecida através do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O candidato deve ter doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos ou áreas correlatas, com experiência comprovada em técnicas de cultivo celular. Com duração de 12 meses, podendo ser prorrogada por mais 12 meses, a bolsa tem valor mensal de R$ 4,1 mil.

Para se inscrever, o candidato que cumprir os requisitos previstos no edital deve entregar, dentre outros documentos, um projeto de pesquisa de até 20 páginas, levando em consideração o período máximo da bolsa (dois anos), e um plano de atividades a serem desenvolvidas, que deve incluir aulas didáticas, aulas práticas, disciplina de seminários e tópicos especiais, visto que atuará no curso de mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos da instituição.