saopaulo.sp.gov.br

Atividades

Especializado em ensaios laboratoriais para produtos lácteos, o Tecnolat visa a melhoria e o controle de qualidade para esses alimentos. Além disso, realiza projetos de pesquisa e assistência tecnológica nas áreas de ciência e tecnologia de laticínios; desenvolve produtos lácteos; faz testes industriais em escala piloto; divulga e transfere conhecimento técnico-científico e promove treinamentos teóricos e práticos e também in company.

Tecnolat

- Avaliação de investimentos e viabilidade econômica de projetos industriais;

- Diagnóstico de problemas e formulação de soluções para empresas e empreendedores do setor de lácteos;

- Identificação e controle de contaminações microbiológicas;

- Identificação e controle de falhas tecnológicas e defeitos;

- Determinação da vida útil de produtos lácteos;

- Determinação das características físico-químicas de produtos lácteos para fins de desenvolvimento, padronização e controle da qualidade tecnológica de produtos lácteos;

- Determinação de agentes patogênicos e deteriorantes de produtos lácteos;

- Monitoramento do potencial e viabilidade celular de microrganismos probióticos ativos em produtos lácteos e farmacêuticos;

- Quantificação de bactérias lácticas e microrganismos probióticos.

Engenharia de Processos

- Avaliação de processos térmicos em autoclaves: estudos de distribuição de temperatura e penetração de calor para cálculo de letalidade do processo (F0). Com foco na exportação de produtos esterilizados, leva em conta as exigências solicitadas pelo Food and Drug Administration (FDA), seguindo os protocolos do Institute of Food Thermal Process Specialists (IFTPS):

- Avaliação de processos térmicos em estufas e tanques de cozimento para cumprimento das legislações vigentes, com destaque para as Normativas nº 5 e nº 6 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que solicita validação térmica do processamento térmico de mortadelas mantidas a temperatura ambiente;

- Avaliação de processos de pasteurização contínua e sistemas de esterilização assépticos: checagem de todos os procedimentos operacionais, registros de processo e procedimento de manuseio pós-processo, e cálculo da letalidade (F0) dos produtos visando verificação da segurança de saúde pública do alimento termoprocessado;

- Estudo do comportamento reológico de fluidos visando obtenção de informações de escoamento para dimensionamento de equipamentos de processo como bombas e trocadores de calor.