saopaulo.sp.gov.br
Instituto de Tecnologia de Alimentos

Ital na Mídia
Secretaria de Agricultura e Abastecimento
Dia do Médico Veterinário: garantia da sanidade e da qualidade da produção agropecuária paulista
Profissional homenageado em 9 de setembro está presente em todas as etapas da cadeia produtiva

Por Setor de Comunicação do Ital | Postado em 09/09/2020 18:25:17 | Atualizado em 16/09/2020 15:34:49

O médico veterinário, profissional homenageado em 9 de setembro, tem papel fundamental no agro paulista, presente em todas as etapas da cadeia produtiva, pesquisa, extensão rural e defesa agropecuária, atuando na proteção da saúde pública e da qualidade da produção agropecuária através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Presente em diversas frentes da pesquisa, os médicos veterinários são elemento de grande importância na construção do conhecimento e na inovação da agropecuária do Estado. A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria, conta com servidores médicos veterinários distribuídos em seus institutos de pesquisa (Biológico, de Economia Agrícola, de Pesca, de Tecnologia de Alimentos e de Zootecnia) e polos regionais. [...]

Única pesquisadora médica veterinária que atua no Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), Márcia Mayumi Harada é formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), mestre e doutora em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade de São Paulo (USP). Ela tem experiência na área de ciência e tecnologia de carnes, principalmente em abate e desossa de bovinos e suínos e processamento de carne suína, ovina e pescado. “A pesquisa na área de processamento de carnes e produtos cárneos envolve o conhecimento de raças, alimentação e sanidade, que possuem uma relação direta com a qualidade do produto final, que é a carne”, ressalta a pesquisadora.

Márcia lembra, ainda, da importância de cada médico veterinário que atua na produção animal. “A atuação conjunta de todos os veterinários atuantes em cada etapa da cadeia promovem uma matéria-prima segura que servirá de base em todos os produtos processados, como linguiça, salsicha, hambúrguer, salames e pratos prontos à base de carnes”, defende. “O meu conhecimento permitiu ampliar as informações para obtenção desta base segura dos produtos cárneos processados, aliadas às informações sobre os aditivos, insumos, envoltórios e embalagens envolvidos na produção", orgulha-se. Na data de hoje, a pesquisadora do Ital tem mesmo muitos motivos para celebrar, pois além do reconhecimento da profissão, comemora o próprio aniversário.

Confira a matéria completa nos sites da Apta e da Secretaria.