saopaulo.sp.gov.br
Instituto de Tecnologia de Alimentos

Notícia
Inauguração
Webinar Ciência e Qualidade dos Alimentos apresenta novos laboratórios e linhas de pesquisa do Ital
Equipamentos e bolsas via PDIP impulsionam PD&I em voláteis, destilação molecular, biotecnologia e cultura celular e biologia molecular no órgão da Secretaria de Agricultura de SP

Por Jaqueline Harumi | Postado em 04/10/2021 16:06:28 | Atualizado em 06/10/2021 19:20:17

Pesquisador colaborador Josué José da Silva no Laboratório de Biologia Molecular (Crédito: Antonio Carriero/Ital)

Quatro novos laboratórios do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) serão inaugurados nesta terça-feira (5), a partir das 14h, através de webinar gratuito (inscreva-se), ampliando o leque de atuação da instituição em pesquisa, desenvolvimento e inovação em Ciência e Qualidade dos Alimentos. Os laboratórios de Estudos de Voláteis, Destilação Molecular, Biotecnologia e Cultura Celular e Biologia Molecular são fruto do investimento de quase R$ 2,7 milhões em equipamentos e bolsas pelo Plano de Desenvolvimento Institucional em Pesquisa (PDIP) do Ital, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Além dos pesquisadores científicos responsáveis pelos laboratórios, Aline Garcia, Paulo Roberto Carvalho, Maria Teresa Bertoldo Pacheco e Beatriz Iamanaka, integram a programação os pesquisadores colaboradores Wellington Oliveira, Fabiana Andrea Galland e Josué José da Silva, com participações especiais do secretário de Agricultura e Abastecimento de SP, Itamar Borges, do coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), Sergio Tutui, da diretora geral do Ital, Eloísa Garcia, e da diretora do Centro de Ciência e Qualidade dos Alimentos (CCQA) do Instituto, Roseli Ferrari.

Através do Laboratório de Estudo de Voláteis, com o equipamento de ponta GC-O-MS/MS, será possível identificar as principais substâncias que caracterizam o aroma dos alimentos, viabilizando a classificação de produtos por associação da composição do aroma com outros critérios de qualidade, o acompanhamento de indicadores de degradação dos alimentos e uma melhor combinação de ingredientes no desenvolvimento de novos produtos.

Wellington Oliveira no Laboratório de Estudos de Voláteis (crédito: Antonio Carriero/Ital)

O Laboratório de Destilação Molecular, por sua vez, conta com equipamento que permite separação de substâncias como vitaminas e pigmentos presentes em produtos e subprodutos da indústria de alimentos, levando a um melhor aproveitamento de resíduos resultantes de processos industriais.

Paulo Carvalho no Laboratório de Destilação Molecular (crédito: Antonio Carriero/Ital)

Já o Laboratório de Biotecnologia e Cultura Celular possibilitará testar os componentes dos alimentos que produzem efeitos benéficos à saúde, como substâncias anti-inflamatórias, antitumorais e antioxidantes, através de células animais ou humanas cultivadas em laboratório.

Maria Teresa Bertoldo Pacheco no Laboratório de Biotecnologia e Cultura Celular (crédito: Antonio Carriero/Ital)

Por fim, o Laboratório de Biologia Molecular possibilitará uma identificação mais precisa de microrganismos que podem contaminar os alimentos, responsáveis pela sua deterioração e/ou por causar doenças de origem alimentar. A expectativa é prestar novos serviços, como análises de microbioma, ferramenta que pode ser útil para determinar a validade dos produtos alimentícios e a detecção de fraudes em alimentos.