saopaulo.sp.gov.br
Instituto de Tecnologia de Alimentos

Notícia
11 de janeiro: dia do controle da poluição por agrotóxicos
Adoção de boas práticas é o caminho para que a utilização de pesticidas não prejudique o meio ambiente

Postado em 10/01/2007 00:00:00

A despeito de toda uma propaganda e publicidade contra a utilização de agrotóxicos, eles ainda não encontram correspondente em eficácia para controlar pragas que assolam lavouras, principalmente as de maior porte. Acusado de causar poluição ao meio ambiente – pelo que é lembrado no dia 11 de janeiro – e de deixar resíduos prejudiciais nos alimentos, se utilizado de maneira correta é possível que haja uma convivência harmônica entre pesticidas, natureza e saúde do consumidor. #A fama de poluidor é resquício, principalmente, de um tipo de agrotóxico utilizado anteriormente: os organoclorados, que persistem muitos anos no meio ambiente. Apesar de já terem sido proibidos, esse tipo de pesticida ainda pode ser encontrado na natureza. “Hoje, as moléculas dos agrotóxicos já não são persistentes – elas têm uma vida útil menor e vão se degradando. Então, os dados de poluição por agrotóxico que temos hoje são mais referentes aos pesticidas antigos do que aos novos”, conta a pesquisadora do CENTRO de QUÍMICA Regina Prado Zanes Furlani. Isso não quer dizer, porém, que os cuidados com o manejo dos pesticidas devem diminuir. Ao contrário, há cada vez mais controle quanto à aquisição e à aplicação do produto. Para adquirir um agrotóxico, por exemplo, é necessária uma receita de um engenheiro agrônomo recomendando o produto para uma praga que acomete uma cultura específica. Regina diz, ainda, que a adoção de boas práticas por parte do consumidor é eficiente em diminuir resíduos de pesticidas nos alimentos. “O consumidor deve aplicar boas práticas de higiene antes de ingerir os alimentos, como lavar com água, bucha e sabão. Além disso, a alimentação deve ser sempre equilibrada, balanceada e alternar tudo o que existe”, recomenda a pesquisadora. No que se refere ao meio ambiente, além dos procedimentos corretos de aplicação – que vêm especificados na bula do produto – outros aspectos, como a direção do vento e as condições do tempo, devem ser observados de modo a evitar os possíveis prejuízos causados pelo uso dos pesticidas. “A conscientização dos produtores é a parte mais importante. Eles precisam seguir corretamente as instruções de uso”, defende Regina. Material produzido pela Assessoria de Comunicação Foto: Antônio Carriero Mais informações: 19.3743.1757

Notícias Relacionadas

Ital na Mídia
24/09/2020 20:38:33
Indústria de Laticínios
Ciência e Tecnologia | Tecnolat - Um olhar da ciência para o leite


Notícia
23/09/2020 18:10:16
Inovação
Acordo do Ital com a BioinFood permite instalação da startup no instituto


Notícia
23/09/2020 11:36:33
Análise
Covid-19 e embalagem: pesquisador do Ital esclarece sobre contaminação através dos materiais


Ital na Mídia
24/09/2020 20:56:08
Óleos & Gorduras
Clean label desponta como tendência


Ital na Mídia
24/09/2020 20:17:38
Indústria de Laticínios
Reclassificação dos lactobacilos: o exemplo do Lacticaseibacillus casei