saopaulo.sp.gov.br
Instituto de Tecnologia de Alimentos

Notícia
Transferência de Conhecimento
Cursos, seminários e conferência internacional on-line integram calendário de eventos 2021 do Ital
Órgão da Secretaria de Agricultura de SP prevê a realização de 44 atividades a partir de 9 de março: 17 estão com inscrições abertas

Por Jaqueline Harumi | Postado em 02/03/2021 11:48:10

Pesquisadora Marisa Padula durante curso on-line oferecido em 2020 (Crédito: Cetea/Ital)

O Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, prevê a realização de 44 eventos on-line ao longo de 2021, sendo que 17 já estão com inscrições abertas – confira o calendário. Dentre as novidades, está um webinar gratuito da Comissão Internacional de Especificações Microbiológicas para Alimentos (ICMSF, International Commission on Microbiological Specification for Foods), que ocorrerá de 13 a 15 de abril.

O primeiro evento do ano será o curso “Regulamentos da Anvisa sobre embalagens e materiais plásticos destinados ao contato com alimentos”, na próxima semana. A capacitação é coordenada pelo Centro de Tecnologia de Embalagem (Cetea), que além de oferecer outros cinco cursos até novembro, promove de 12 a 15 de abril a 11ª Conferência Internacional de Embalagens Flexíveis em parceria com a Tappi, organização dos Estados Unidos que congrega os setores de papel, embalagens celulósicas e embalagens flexíveis.

Outro evento com caráter internacional que ocorre em 30 e 31 deste mês é o “1º Seminário on-line sobre Projeto Sanitário para Indústrias de Alimentos”, organizado pelo Ital por ser Sede Regional do European Hygienic Engineering & Design Group (EHEDG), entidade europeia que agrega fabricantes de equipamentos, indústrias de alimentos, institutos de pesquisa e autoridades de saúde pública com o objetivo de aprimorar a segurança dos equipamentos utilizados pela indústria de alimentos e bebidas.

Em março também será a estreia dos eventos do Centro de Ciência e Qualidade de Alimentos (CCQA) com o curso “Microbiologia de alimentos: das técnicas de inoculação ao cálculo de resultados analíticos”, que está com inscrições abertas. Já os cinco módulos independentes do “Curso teórico de métodos de análise microbiológica de alimentos” ocorrem de 9 de abril a 7 de maio: Bolores e leveduras - Bacillus cereus; Enterobactérias - Clostridium perfringens; Staphylococcus spp e enterotoxina - Cronobacter sakazakii; Salmonella - Listeria monocytogenes e Contagem total de mesófilos aeróbios - Coliformes totais e Escherichia coli. A agenda da unidade ainda inclui “Webinar ICMSF - Atualização em inocuidade de alimentos” e os cursos “HACCP dos Fundamentos à Certificação” e “Métodos de análise microbiológica de alimentos”.

A unidade técnica que mais ofertará cursos, no entanto, é o Centro de Tecnologia de Cereais e Chocolate (Cereal Chocotec), que coordenará ao todo 19 capacitações, sendo possível se inscrever, por ora, em sete delas: "Avaliação da Qualidade Tecnológica da Farinha de Trigo", "Pão de queijo: tecnologia e ingredientes", "Tecnologia de Fabricação de Drageados de Chocolate", "Microencapsulação aplicada em produtos alimentícios", "Tecnologia de Fabricação de Barras de Cereais", "Tecnologia de Fabricação de Achocolatados em Pó" e "Balas de goma enriquecidas: versões com gelatina e pectina".

O Centro de Tecnologia de Laticínios (Tecnolat), o Centro de Tecnologia de Carnes (CTC) e o Centro de Tecnologia de Frutas e Hortaliças (Fruthotec) ofertarão um, quatro e três cursos, respectivamente, estando com inscrições abertas “Teórico-Prático de Fabricação de Iogurtes e Bebidas Lácteas Fermentadas”, “Industrialização de Palmito em Conserva” e “Charque, Jerked beef e Carne de sol - Processos Tecnológicos, Tendências e Aspectos Regulatórios”.

Expertise

A oferta de capacitação para profissionais do setor de alimentos, bebidas e embalagem e estudantes da área faz parte da missão do Ital, que completará 58 anos de história em agosto. “Com a pandemia, trabalhamos intensamente para que o ritmo de eventos fosse mantido em novo formato. Se por um lado, não foi possível que os participantes fizessem aulas práticas nas plantas-piloto e laboratórios do instituto, por outro lado aumentamos nossa abrangência, já que muitos interessados residem em outros estados e regiões do Brasil e têm dificuldade de se deslocar até Campinas, onde estamos localizados”, ressalta Ana Maria Godoy, diretora do Centro de Comunicação e Transferência do Conhecimento (Cial) da instituição, vinculada à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta).

O Ital realiza em média 50 eventos por ano, sendo que no ano passado realizou 31, com um total de 1,3 mil participantes e satisfação média de 90%, quase a mesma média de satisfação anual, que é de 92%. “Essas marcas só foram possíveis graças ao empenho dos pesquisadores, assistentes e técnicos, que encararam o desafio de adequação à nova realidade com especial atenção à qualidade dos conteúdos abordados”, ressalta a diretora de Ciência e Tecnologia do Ital, Claire Sarantópoulos.

Notícias Relacionadas

Notícia
12/04/2021 14:33:50
Micro-ondas e plasma
Patentes de SP viabilizam reduzir e até eliminar uso de aditivos em grãos, cereais e farinhas


Ital na Mídia
01/04/2021 19:10:59
Agronews
Vamos conhecer 08 curiosidades sobre a soja


Ital na Mídia
01/04/2021 18:51:29
Opinião | Estadão
Cartas de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. Paulo


Ital na Mídia
01/04/2021 18:35:38
Ag Evolution | Canal Rural
Fapesp aprova plataforma para ingredientes sustentáveis do Ital


Ital na Mídia
01/04/2021 18:26:28
Valor Econômico
Fapesp aprova R$ 6,7 milhões para pesquisas sobre ingredientes saudáveis para alimentos


Tags