saopaulo.sp.gov.br
Instituto de Tecnologia de Alimentos

Notícia
Transferência de Conhecimento
Órgãos de pesquisa da Agricultura de SP destacam potencial do Brasil no mercado de proteína vegetal
Com moderação do Ital e do Instituto iCorps Brasil, live de estreia da série Terças do Agro será na terça-feira (22), das 17h às 19h

Por Jaqueline Harumi | Postado em 18/06/2021 17:47:10 | Atualizado em 24/06/2021 11:17:47

Análogos cárneos estão entre os assuntos a serem tratados (Crédito: LikeMeat/Unsplash)

Os institutos de pesquisa e polos regionais da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, estreiam na próxima terça-feira, com o Instituto iCorps Brasil, a série de lives Terças do Agro, eventos gratuitos que se estenderão até novembro. Com inscrições abertas, a primeira live abordará a crescente tendência mundial das proteínas vegetais como opção na alimentação humana

Com mediação de Claire Sarantópoulos, assessora da diretoria do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), e Flavio Grynszpan, que integra a direção executiva do Instituto iCorps Brasil, o evento será realizado das 17h às 19h com participação de profissionais da pesquisa e do setor produtivo que discutirão sobre produtos agrícolas promissores, perspectivas, oportunidades, desafios tecnológicos, tendências mundiais, gargalos e desafios.

Integram a programação a pró-reitora do Programa de Pós-Graduação e pesquisadora do Centro de Tecnologia de Cereais e Chocolate (Cereal Chocotec) do Ital, Mitie Sônia Sadahira, e o diretor e pesquisador do Centro de Grãos e Fibras do Instituto Agronômico (IAC), Alisson Fernando Chiorato. Também participam representantes do The Good Food Institute, da BRF, da Danone, da DSM, da R&S Blumos, da Seara e das startups 3DBS, FIT, Noviga Biotech e NT Agro.

“Trata-se de uma união de forças para discutir temas estratégicos e tornar o Brasil forte player global no mercado de proteínas vegetais. Com parcerias podemos melhor identificar oportunidades e desafios científicos e tecnológicos a serem alinhados com ações de PD&I”, ressalta Claire. Além do Ital e do IAC, estão envolvidos na iniciativa, por parte da Secretaria de Agricultura, o Instituto Biológico (IB), o Instituto de Economia Agrícola (IEA), o Instituto de Pesca (IP), o Instituto de Zootecnia (IZ) e os Polos Regionais da Apta.