saopaulo.sp.gov.br Cidadão SP Facebook Twitter Youtube Flickr Instagram

Inscrições Abertas
Congresso ibero-americano inédito discute potencialidade de peptídeos bioativos em alimentos funcionais
1º CIAPep será realizado de 3 a 5 de dezembro no Ital, em Campinas, com palestrantes de seis países

Por Jaqueline Harumi | Postado em 01/10/2019 11:07:09 | Atualizado em 01/10/2019 11:12:47

Em busca de alimentos com maior potencial funcional, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), realiza de 3 a 5 de dezembro o 1º Congresso Ibero-Americano de Peptídeos Bioativos (1º CIAPep), com palestrantes renomados do Brasil, de Portugal, da Espanha, da Argentina, do México e dos Estados Unidos.

Apontada no Brasil Food Trends 2020 como uma exigência dos consumidores contemporâneos, a saudabilidade e bem-estar é uma das cinco tendências da alimentação estudadas pelo Ital e os peptídeos bioativos são fragmentos das moléculas de proteínas que ao serem liberados promovem benefícios ao organismo como atividade antioxidante, anti-glicemiante, antiaterogênica ou hipotensora ou auxiliar em processos anti-inflamatórios.

Coordenadora e palestrante do evento, a pesquisadora Maria Teresa Bertoldo Pacheco, do Centro de Ciência e Qualidade de Alimentos (CCQA) do Ital, ressalta que os peptídeos bioativos compõem forte linha de pesquisa do Instituto, assunto mundialmente emergente, tendo norteado eventos dessa dimensão somente na Espanha e no Japão. “A ideia é facilitar a difusão do conhecimento, não só na academia, mas também entre empresas do setor, e favorecer o seu crescimento com base científica”, explica.

Segundo a pesquisadora, serão abordadas técnicas de obtenção dos peptídeos a partir de diferentes fontes proteicas, ferramentas existentes para avaliação das atividades biológicas, para sequenciamento aminoacídico e finalmente sua síntese, além de novas tendências. “Todos esses são aspectos muito relevantes, cuja discussão em um âmbito maior pode levar à ampliação do conhecimento e superação de barreiras de alguns grupos de pesquisa, através de colaboração”, complementa.

A programação é composta por palestras de 15 especialistas, sendo que a maior parte dos projetos paulistas tem apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).  Também haverá apresentações orais, pôsteres e uma grande mesa redonda. “Pretendemos encorajar o desenvolvimento de uma rede de pesquisa, somando as capacidades de cada grupo de pesquisa a fim de superar limitações e fazer avançar a ciência ibero-americana no tema”, afirma a coordenadora do congresso, que espera receber congressistas não só do Brasil como da Argentina, da Bolívia, do Peru, de Portugal e da Espanha.

O 1ºCIAPep é patrocinado pela norte-americana Agropur e pela francesa Peptan, com apoio do International Life Sciences Institute do Brasil (ILSI Brasil).

Inscrição no evento e submissão de trabalhos

A inscrição para o congresso deve ser feita até 24 de novembro pelo site da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag), com valores diferenciados para estudantes, professores e profissionais e desconto até 24 de outubro. Já a submissão de trabalhos para apresentação oral e pôster deve ser feita até 20 de outubro em um dos quatro tópicos: Tendências e atualidades em peptídeos bioativos; Prospecção de peptídeos bioativos em matrizes alimentares; Mecanismos de bioatividades de peptídeos; Ferramentas para obtenção e identificação de peptídeos bioativos.

A programação completa e todas as informações necessárias para inscrição e submissão de trabalhos estão disponíveis no site do evento. “A Ciência não faz o seu papel se não for compartilhada. E apresentar um trabalho é sempre colocá-lo à mostra e permitir que a interação com o meio científico aconteça”, ressalta a pesquisadora do Ital à frente da organização.